Que documentos ter para pagar menos IR

Veja que documentos IRPF 2017 você não pode esquecer para poder pagar menos IR

Que documentos IRPF 2017 não esquecer para poder pagar menos IR? A partir do dia 1º de março de 2016 até 23h59min59seg de 29 de abril é o período de ajustar as contas com o leão.

A entrega da DIRPF 2017, referente ao ano calendário de 2016, é feita via programa disponibilizado no sítio da Receita Federal (veja aqui).

Nesse artigo, você saberá o que você não pode esquecer. Ter os documentos comprobatórios é fundamental para pagar menos imposto. A economia é relevante em alguns casos.

A lição de casa inicial é ter todos os documentos referentes a pagamentos e recebimentos. Além disso, separá-los e organizá-los ajuda muito a ganhar tempo. Se ainda não sabe, veja aqui a lista completa.

Documentos IRPF 2017

8 tipos de documentos IRPF 2017 super necessários

Educação

O limite de R$ 3.561,50 por contribuinte ou dependente. As despesas devem ser com ensino técnico, fundamental, médio, superior, pós-graduação, mestrado e doutorado.

Os gastos que excederem ao limite devem ser informados na coluna “pagamentos efetuados” e não poderão ser deduzidos.

Somente as despesas com educação já citadas são dedutíveis. Outras que não dão abatimento no imposto:

  • Materiais escolares,
  • Atividades extracurriculares (ex.: escolas de línguas ou cursinhos preparatórios)
  • Outras despesas com instrução (como autoescola e transporte escolar)

Dependentes

Abatimento limitado a 2.275,08 reais por cada dependente informado na declaração. A novidade aqui é a obrigatoriedade da informação de CPF para dependentes maiores de 14 anos.

Previdência

É possível deduzir toda a contribuição destinada ao INSS em 2016. Também é possível se beneficiar, abatendo o dinheiro investido em previdência privada (PGBL ou fundo de previdência fechado oferecido pelo empregador), desde que o valor não ultrapasse o limite de 12% da renda tributável.
Vale lembrar que contribuição feita ao PGBL em 2016, o IR não deixa de ser devido, o desconto é apenas postergado para a data de resgate do plano.

Saúde

As despesas médicas do contribuinte e também de seus dependentes são abatidas integralmente para cálculo do imposto devido, aqui não se aplica limite de dedução. Entres as principais despesas que podem ser deduzidas estão: despesas com planos de saúde, consultas a médicos e dentistas, terapias, cirurgias (inclusive estéticas), internações e até próteses dentárias e ortopédicas.

INSS de empregado doméstico

Com um limite de 1.182,20 reais ou 6% do imposto de renda devido, dos dois o menor, é possível deduzir as contribuições ao INSS de empregados domésticos com carteira assinada (que correspondem a 12% sobre o salário, o décimo terceiro e o terço constitucional de férias).

Pensão judicial

Valores pagos a título de pensão alimentícia, tendo como origem o cumprimento de decisão judicial ou via escritura pública, podem ser deduzidos integralmente. Fique atento, pois, contribuições informais, que não tem as origens acima ou que vão além do que foi determinado judicialmente, são consideradas mesadas e não são dedutíveis.

Livro-caixa

Aplicável para profissionais autônomos, no Livro-Caixa são passíveis de dedução quaisquer despesas que tiverem relação direta com o trabalho. O benefício se aplica, por exemplo, a despesas com aluguel de escritório, água, luz, telefone, material de expediente ou consumo. O valor desses gastos está limitado ao valor da receita mensal recebida pelo trabalhador que não tem carteira assinada. Se ficarem acima do rendimento do mês, poderão ser somadas às despesas registradas nos próximos meses, até dezembro do ano em questão.

Doações com incentivos fiscais

Entidades que possuem incentivos fiscais do governo  beneficiam os seus doadores com abatimento de parte do valor doado para efeito de cálculo do IR. Algumas regras a serem observadas:

  1. O limite é de 6% sobre o imposto devido para o somatório de doações aos fundos da criança e do adolescente, aos fundos de amparo ao idoso e de doações feitas a projetos da Lei Rouanet, Lei do Audiovisual ou da Lei do Esporte.
  2. Quem não tiver atingido o limite global de 6% do IR pode, ainda em 2016, doar até 3% do IR devido para fundos da criança e do adolescente diretamente na declaração, até 30 de abril.
  3. Doações a projetos que fazem parte do Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (Pronas) e do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon) têm limite de 1% do IR devido cada um, fora do limite global de 6%.

E para finalizar nosso artigo: Documentos IRPF 2017

Para completar as nossas valiosas dicas, recomendamos que você preencha toda a declaração no programa utilizado pela Receita Federal, incluindo todas as informações de pagamentos e recebimentos, reforce o cuidado para não esquecer de nada, o prêmio por esse esforço é uma simulação que o programa faz, onde é possível saber qual tipo de declaração é mais vantajosa o envio, se é o modelo simplificado ou completo.

Quer mais conteúdo? Quer saber mais informações super importantes sobre o IRPF 2017? Veja a nossa seção especial sobre IRPF 2017: Como fazer o seu IRPF 2017

E para receber minhas dicas e ser o primeiro a receber a atualização de novos artigos cadastre-se logo abaixo.

[Id epico_capture_sc = “54”]

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.